Ver Feed RSS

Carlos Freitas

"Quanto mais as coisas mudam, mais elas permanecem as mesmas "

Avalie este Post de Blog
Essa semana eu estava conversando com um grande amigo meu de longa data sobre a masterização do áudio da cerimônia de encerramento das Olimpíadas do Rio de Janeiro.

Lembramos um pouco do ano de 1994, quando eu ainda trabalhava na Cia de Áudio, da masterização do meu primeiro projeto de maneira quase artesanal, o CD “Nome” do Arnaldo Antunes, usando poucas ferramentas digitais, que na verdade eram apenas um equalizador e um compressor que faziam parte do pacote do audio suite digidesigner Sound Tools 2, o avô do Pro Tools atual instalado em um apple quadra 650, o CD “Nome” do Arnaldo Antunes.

Rimos muito da memória RAM do Apple Quadra, incríveis 32mb e da capacidade do Hard Drive de 800mb que mal cabia o projeto e ele me perguntou quais foram os desafios tecnológicos enfrentados durante a masterização desse projeto tão imenso, afinal, muita coisa mudou no áudio nesses mais de 20 anos e vivemos uma era totalmente digitalizada, sem mídias e com milhares de ferramentas disponíveis

Eu parei para pensar e vieram duas frases na minha cabeça que retratam bem o nosso universo musical.

“The more things change, the more they stay the same”
"Quanto mais as coisas mudam, mais elas permanecem as mesmas "

“How the tools are different, but the art always is the same”
Como as ferramentas são diferentes , mas a arte é sempre a mesma “

Eu masterizei todo o áudio das Olimpiadas “in box”, usando apenas 4 ferramentas digitais, processo muito parecido com o utilizado no CD do Arnaldo Antunes.

Para o processamento artístico, usei o equalizador UAD-Manley Massive Passive e o Compressor UAD-Manley Variable mu.

Para monitorar o nível exigido pelo padrão de transmissão de áudio para TV norma 1770.3, eu utilizei o medidor digital Izotope Insight e no final de tudo, o Izotope Loudness Control para processar o áudio e entregá-lo pronto na norma de transmissão 1770.3.

Se passaram 22 anos desde que eu comecei a masterizar e muita coisa realmente mudou, muitas ferramentas apareceram, mas comparando a masterização do CD Nome do Arnaldo Antunes com a masterização das Olimpíadas, feitas totalmente em digital, as duas frases fazem realmente muito sentido, pois muita coisa mudou, mas realmente continuam as mesmas e as ferramentas realmente mudam, mas a arte continua sempre a mesma.

Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         sos.jpg
Visualizações:	26
Tamanho: 	22.6 KB
ID:      	775Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Lenine.jpg
Visualizações:	24
Tamanho: 	19.1 KB
ID:      	776

Atualizado 05/09/2016 em 11:37 AM por [ARG:5 UNDEFINED]

Tags: Nenhum Adicionar / Editar Tags
Categorias
Não Categorizado

Comentários

  1. Avatar de Xuvisco
    Muito bom artigo, Carlos. Principalmente para quem já nasceu nesta nova era e não teve contato com a atmosfera analógica. É muito motivador ver que a verdadeira magia da arte depende do ser humano ainda e não da ferramenta em si.