Resultados 1 a 5 de 5

Tópico: Mix para master

  1. #1

    Mix para master

    Olá Carlos!
    Por favor, veja se pode me ajudar, não sou masterizador, porém tenho feito algumas finalizações , pela falta de um bom masterizador por aqui, e tenho percebido um excesso de frequência entre o 300 e 600 HZ, isso deve vir da mix pronta na mixagem, ou é comum arrumar na masterização? Faço tanto a mix qto a master no cubase 8.5, é errado? Na master uso os seguintes plugins:EQ Passive Massive (uad), Ampex ATR-102(uad), um compressor Neve 33609 (uad), um Eq Pultec EQP-1A, e por último o Izotope Ozone 5.
    Faço isso praticamente pela intuição, por favor se puder me dê um "chão"!
    Muito obrigado Carlos!
    Att Renato Neli

  2. #2
    Colaborador Avatar de Carlos Freitas
    Data de Ingresso
    Jul 2010
    Localização
    São Paulo SP Brasil
    Posts
    212
    Posts de Blog
    126
    Olá Renato, tudo bem?
    Obrigado pelo seu contato!

    No seu caso o ideal é que você entenda quais instrumentos estão gerando esse excesso de médio grave. Essa Região de 300 a 600hz em excesso deixa a mixagem sem clareza e com a sensação de que está tudo embolado. Comece avaliando o timbre do baixo e também da sala da bateria.

    Dependendo do timbre do cantor, voce encontrar também esse excesso na voz.
    Tirar essas frequências na masterização é normal, desde que não seja muitos dBs ( eu raramente corto mais que 3dBs em uma frequência) pois altera demais o equilíbrio da mixagem.

    Um fator que gera esse excesso de medio grave, especialmente no baixo é o excesso de compressão/ limiter com attack muito rápido, pois você diminui o transiente da nota em muitos dbs aumentando o decay da mesma nota, criando esse efeito. Isso esta cada dia mais evidente nas masterizações atuais com RMS tão elevado.

    Cuidado também com o uso do simulador de tape, pois nem sempre soa bem. Aqui vai uma dica, cuidado com o volume de entrada do simulador, pois as maquinas analógicas foram projetadas para usa-las com sinais com faixa dinâmica mais elevada, o oposto do que se faz atualmente. Tente passar o sinal mais baixo como teste e perceba como diminui a distorção.

    Um grande abraço e sucesso nas suas mixe/masters

    Carlos

  3. #3
    Olá Carlos, tudo bem?
    Muito obrigado pelas "super dicas", realmente tenho a mania de comprimir muito o baixo no Avalon 737, a questão da sala não tinha me questionado, ótima dica, sobre os simuladores de tape já havia percebido isso, porém usava a entrada elevada...preciso aprender 10% de áudio do que vc conhece! Muito Obrigado!
    Grande Abraço Carlos

  4. #4
    Olá Carlinhos!! Td bem?
    Foi muito boa a palestra que fez da ABMI!! Muito obrigado!
    Tenho uma dúvida, talvez boba, mas se puder me ajude , a anos isso me questiona, existe o certo no momento de exportar uma música da mix? Ela deve ser exportada em tempo real?
    Desde já muito obrigado abs...

  5. #5
    Colaborador Avatar de Carlos Freitas
    Data de Ingresso
    Jul 2010
    Localização
    São Paulo SP Brasil
    Posts
    212
    Posts de Blog
    126
    Ola Renato, tudo bem?
    Não existe um "tempo certo" par fazer bounces, ainda mais agora que o Pro Tools permite fazer bounces em offline.
    Eu acho importante fazer o bounce ouvindo e prestando atenção, pois durante o processo, algo pode acontecer e você já resolve fazendo um novo bounce logo em seguida.
    Grande abraço
    Carlos

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •